A visão missionária que Jesus quer pra você

5/7/2014

No meu tempo no Seminário ouvi um pregador antigo afirmando numa conferência missionária que missões dependem de duas questões: visão e obediência. Hoje, depois de alguns anos no ministério, não tenho dúvidas disso. Exatemente porque a visão determina a nossa ação. Em outras palavras, o nosso envolvimento na obra missionária revela a nossa visão. Por isso, é imperativo e urgente que avaliemos a nossa visão. Sendo assim, o intuito do Departamento de Missões de nossa igreja, ao planejar mais uma conferência missionária, é contribuir para a formação de uma visão missionária saudável em nosso povo.

 

A questão é tão importante que fez parte do currículo do treinamento dos discípulos. Jesus, ao prepará-los para dar continuidade da sua obra, passou pela estruturação da visão deles quanto à obra de Deus. Ele fez isso porque entendia que a visão determina o movimento. Certa vez, indo da Judéia para a Galiléia pela estrada dos samaritanos disse aos seus seguidores: erguei os olhos e vede os campos (Jo 4.35). Os discípulos tinham uma visão limitada e errada do reino de Deus e, na terra dos odiados samaritanos, a visão foi ampliada. Eles perceberam que o reino de Deus ultrapassava os limites do quital da casa deles.

           

Ampliando nosso olhar no texto, podemos conhecer os aspectos da visão da obra de Deus que Jesus quer que seus discípulos tenham. Destes, destaco dois. Primeiro, Jesus quer que seus seguidores vejam a obra do Senhor como prioridade.  João nos lembra que os discípulos saíram em busca de comida para o grupo, enquanto isto Jesus evangelizou uma mulhr samaritana. Ao retornar os seus discípulos, insistem que ele coma (Jo 4.31). No entanto, mesmo cansado e com fome, Jesus se recusa a comer e anuncia outro tipo de comida. Uma comida tenho para comer, que vós não conheceis (Jo 4.32). Sem ainda entender o que Jesus está falando, perguntam entre si: Ter-lhe-ia, porventura, alguém trazido o que comer? (Jo 4.33). Nesse momento Jesus ensina sobre o tipo de prioridade que deve caracterizar seus seguidores respondendo: A minha comida consiste em fazer a vontade daquele que me enviou e realizar a sua obra (Jo 4.34). Em outras palavras, ele está dizendo que há uma obra a realizar que é mais importante do que qualquer outra coisa.

           

Mais adiante do texto Jesus afirma que o ceifeiro recebe desde já a recompensa e entesoura o seu fruto para a vida eterna; e, dessarte, se alegram tanto o semeador como o ceifeiro (Jo 4.36). Jesus está ensinando que se envolver na obra missionária é o meio de construir para a etrnidade. O envolvimento com o projeto de Deus de alcançar homens e mulheres com a mensagem do evangelho nos dá a oportunidade de fazermos algo que jamais perecerá. Ao contrário de muitos dos nossos feitos, os resultados do trabalho missionário jamais perecerão. Estamos investindo nossa vida, nossos bens e nossos talentos em algo eterno, ou passageiro?

           

A proposta do Senhor de formar o caráter de Cristo passa pelo nosso envolvimento com a obra missionária como Jesus. Ele a via como prioridade máxima e como meio de edificar para eternidade. Você possui esta visão?

 

Pr. Humberto Medeiros

Etiquetas:

Please reload

Conferência Coração Missionário 2018

15/4/2018

1/4
Please reload

DESTAQUES
Please reload

RECENTES
  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - White Circle

Veja também

Please reload

  • facebook - Manancial - Igreja Batista de Fortaleza CE.png
  • Instagram - Black Circle
  • youtube - Manancial - Igreja Batista de Fortaleza CE.png
Logo branca Igreja Batista Manancial em Fortaleza CE

CULTOS: Domingo: Manhã: 9h  |  Noite: 18h30 e Quarta-feira: Culto de oração: 19h30

 

Telefone: (85) 3261-3275

E-mail: comunicacao@manancial.org.br

Endereço: Av. Desembargador Moreira, 2669 Dionísio Torres. CEP: 60170-002 | Fortaleza-CE
CNPJ: 35.025.881/0001-80